“Sou egoísta, gosto de ver televisão sozinha, sem ninguém falando junto. Sou chata, não gosto de dividir banheiro com ninguém. Sou espaçosa, bagunço as minhas coisas. Preciso da solidão pra ler, pra olhar para o teto, pra tirar ponta dupla do cabelo, pra fazer as unhas, pra pensar em tudo, pra fazer nada. Preciso da solidão pra ser eu mesma. Pra fazer alongamento, rir de mim, chorar comigo.”


Clarissa Corrêa (via promisse)

“É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chope é gelado. É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando. Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E se vitimiza. E perde o charme. O prazo. A identidade. A coerência. O rebolado.”


Ana Jácomo. (via sou-inseguro)

“Um garoto e uma garota podem ser só amigos, mas vai chegar uma hora que eles vão se apaixonar um pelo outro, talvez temporariamente, talvez na hora errada, talvez tarde demais ou talvez para sempre.”


500 dias com ela. (via promisse)




Quero um beijo demorado, um abraço prolongado e um amor sem fim


“Com ela eu fico satisfeito. E eu nunca fico satisfeito com nada.”


Gabito Nunes.   (via promisse)